Emagrecer: 5 Mitos de Como Perder Gordura Rápido

Emagrecer: 5 Mitos de Como Perder Gordura Rápido

Última Atualização 17 de janeiro de 2023 por Gabi Carvalho

5 MAIORES MITOS PARA PERDER GORDURA RÁPIDO

HÁ MILHARES DE ANOS que o ter o corpo musculoso é o desejo de todo homem e perder gordura rápido é o desejo das mulheres. Mas isso é ambicionado por muitos conquistado por poucos.

Diante de um índice de obesidade acima de 33% (e em ritmo de crescimento), nos Estados Unidos, pode-se ter a impressão de que ficar “sarado” e entrar para a “elite física” exige um nível de conhecimentos, disciplina e sacrifício além do que a maioria dos seres humanos é capaz.

Bom, isso simplesmente não é verdade. O conhecimento necessário é fácil o
bastante para ser compreendido. Sem dúvida é preciso ter disciplina e fazer alguns sacrifícios, como, por exemplo, você não pode comer três pizzas por semana e tomar seis latas de cerveja de cada vez para acompanhar, mas aqui vai o truque: quando estiver treinando e se alimentando corretamente, você vai curtir o estilo de vida saudável.

Você vai sentir vontade de ir para a academia todo dia. Não vai se
importar com as semanas de restrições. Não sentirá aquela compulsão de comer porcaria ou sobremesas (ainda que possa consumir tudo isso).

Você se sentirá melhor e terá melhor aparência do que em qualquer outro
momento de sua vida, e continuará evoluindo todos os meses.

É um resultado que você vai achar infinitamente mais prazeroso e valioso do que ficar gordo, preguiçoso e viciado em besteiras nada nutritivas.

Quando conseguir entrar nessa “zona”, você pode fazer com seu corpo tudo o que quiser: os resultados são inevitáveis; é só uma questão de tempo.

Todavia, a maioria das pessoas nunca chega a esse ponto fantástico. Por quê?

Motivos da Dificuldade de Perder Gordura Rápido

Mas se é simples, por que a maioria das pessoas nunca chega nem próximo do objetivo de perder gordura rápido e ganhar massa muscular para ficar com o corpo em boa forma. Por quê?

Bom, a resposta mais prática a essa questão tem dois aspectos:

1) elas não têm a força de vontade suficiente para chegar lá (ainda não conseguiram se entender direito)

2) não têm as informações concretas necessárias para efetivamente fazer isso acontecer, o que só permite resultados de baixa qualidade.

Com isso, a disciplina não resiste e os sacrifícios deixam de valer a pena.

Neste capítulo, quero falar dos cinco mitos e erros mais comuns para “enxugar” o corpo.

Assim como no caso das falácias e dos erros da construção da musculatura,
os que dizem respeito a perder gordura se instalaram na nossa cabeça pela
insistência de revistas, anúncios, instrutores, amigos etc.

Vamos nos livrar deles de uma vez por todas, para que eles deixem de atrapalhar sua jornada rumo a ter o corpo “sarado” com que você sonha.

SAIBA MAIS: Descubra o Método de Emagrecimento Utilizado Por Milhares de Mulheres, Para Perder de 5 a 10KG Em Apenas 17 Dias

5 Mitos: Perder Gordura Rápido

Mito #1: é desnecessário contar calorias

Nem sei quantas pessoas aconselhei quando queriam perder peso mas não
queriam ter de contar calorias. Essa atitude é quase tão lógica quanto dizer que querem atravessar o país de carro, mas não querem ser obrigadas a prestar atenção no tanque de combustível.

Ora, não vou criticar essas pessoas porque elas nem têm noção do que seja uma caloria, então não iam mesmo querer se incomodar de contar uma coisa dessas. Bom, querendo chamar isso de “contar” calorias ou não, se quer perder peso você tem de controlar quanto come.

Para perder gordura, você tem de fazer o corpo queimar mais energia do que através da alimentação, e a energia potencial da comida é medida em calorias.

Se ingerir muitas calorias — se oferecer ao corpo mais energia potencial do que ele precisa — o corpo não terá incentivo para queimar gordura.

Quando as pessoas se recusam a contar calorias, na verdade elas estão tentando imaginar o que comer ao longo do dia, entre outros afazeres, ou o que comprar quando forem rapidamente ao mercado atrás de coisas para se alimentar.

Quando têm um intervalo de meia hora para almoçar e correm até o restaurante mais próximo, elas não querem ficar analisando o cardápio para ficar contando calorias.

Elas só querem pedir alguma coisa com cara saudável e torcer para que tudo dê certo.

Porém, elas nem imaginam que sua rápida refeição “saudável” tem centenas de calorias a mais do que elas deveriam comer.

Se repetir essa escolha no jantar, estará perdendo completamente o trabalho do dia inteiro para perder peso.

Bom, esse é o problema: não “ter de contar calorias”. Essas pessoas estão dificultando seu projeto além do necessário por não planejarem nem prepararem suas refeições com antecedência.

Poderia parecer mais simples apenas aquecer um prato com o que sobrou da última refeição, ou engolir um burrito na hora do almoço e tocar o dia em frente, mas essa facilidade ou conveniência tem um custo: pouca ou nenhuma perda de peso.

Mito #2: mais aeróbica = perda de peso

Todos os dias eu vejo pessoas gordas usando máquinas de exercícios aeróbicos.

E semana após semana essas pessoas continuam mais gordas que nunca.

Elas estão sob a influência da impressão errônea de que realizando preguiçosamente os movimentos de uma máquina elíptica ou de uma bicicleta ergométrica irão conseguir, como num passe de mágica, acionar no corpo o botão da perda instantânea de gordura.

Bom, não é assim que a coisa funciona.

Você já sabe como perder peso (obrigar seu corpo a gastar mais energia do que a obtida com a alimentação) e os exercícios aeróbicos podem estimular a perda de gordura de duas maneiras:

1) queimando calorias;

2) acelerando seu ritmo metabólico.

Para esclarecer o ponto 2), quero dizer que o corpo queima determinado número de calorias independentemente de qualquer atividade física, e isso é chamado taxa de metabolismo basal (TMB).

Seu gasto calórico total num dia é sua TMB mais a energia despendida em qualquer atividade física.

Quando se diz que seu metabolismo “acelerou” ou “desacelerou”, isso significa que sua TMB subiu ou desceu, quer dizer, seu corpo está queimando mais calorias em repouso (permitindo que você coma mais calorias sem ganhar gordura), ou queimando menos (e nesse caso o que pode acontecer é você comer demais e ganhar gordura).

Mas com a atividade aeróbica acontece isso: se você não comer corretamente, aquela corrida ou aquela pedalada noturna não irão
necessariamente salvar a sua pele.

Vamos dizer que você esteja tentando perder peso e que, sem saber, esteja
comendo 600 calorias a mais do que seu corpo queima durante o dia.

Toda noite você sai para dar uma corrida, e isso queima mais ou menos 300 calorias. Você ainda tem outras 300 de excesso, e o pequeno aumento em sua taxa metabólica decorrente da atividade aeróbica não será suficiente para queimar o excedente da gordura acumulada.

Você pode continuar fazendo isso mesmo durante anos e nunca emagrecer. Aliás, é provável que inclusive você aumente de peso aos poucos.

Mito #3: seguir a última moda

A dieta do Dr. Atkins. A dieta de South Beach. A dieta Paleo. A dieta HCG (esta realmente me deixa arrepiado). A dieta de Hollywood. A dieta do Tipo de Corpo.

A impressão é que uma novidade no ramo pipoca a cada um, dois meses.
Atualmente, nem consigo mais me manter atualizado.

Embora nem todas as “mais recentes e espetaculares” dietas sejam ruins (a propósito, a Paleo é bem saudável), a espetacular abundância de dietas da moda promovidas por atores de físico invejável está deixando as pessoas confusas quanto ao que é o “jeito certo” de perder peso gordura rápido.

O resultado é que muitas pessoas trocam de dieta o tempo todo, deixando de conseguir os resultados desejados.

Além disso, aceitam coisas bastante idiotas simplesmente porque não entendem a fisiologia do metabolismo e da perda de gordura. Regras são regras e não há nome estiloso nem suplemento de óleo de víbora que possa servir para se livrar delas.

Neste livro, você irá aprender como é realmente simples ficar com o corpo
enxuto.

Assim que entender os princípios básicos de por que o corpo acumula
gordura e como domá-lo para se livrar dela, verá como são sem sentido muitas dietas da última moda que infestam as academias.

Mito #4: trabalhar com pesos leves e muitas repetições tonifica a musculatura

Esse mito funciona mais ou menos assim: se você quer ficar com aquela
aparência magra e tonificada, vai querer MUITAS repetições com peso leve.

Nada pode estar mais errado. Para falar a verdade, não consigo imaginar um motivo pelo qual alguém iria querer se dedicar a um programa de exercícios com pesos leves e muitas repetições.

Embora seja interminável o debate em torno do melhor volume de repetições para obter a hipertrofia (ou seja, o aumento muscular), muitas
pesquisas concordam que fazer mais de quinze repetições resulta em pouca ou nenhuma melhora em termos de força muscular ou de tamanho, tendo em vista a sobrecarga ser insuficiente.

Ter um corpo enxuto é uma questão de ter pouca gordura. Só isso.

Aumentar a massa muscular é uma questão de sobrecarregar os músculos e deixar que se recuperem. Só isso.

Pesos leves não sobrecarregam os músculos, apesar de todas as repetições que você fizer (lembre-se: fadiga não promove o aumento da musculatura).

Sem sobrecarga não há crescimento dos músculos.

Já pesos maiores de fato sobrecarregam os músculos e forçam sua adaptação.

A sobrecarga ideal e a nutrição adequada, mais o repouso suficiente significam aumento rápido e perceptível da massa muscular.

Por isso, mesmo que você não queira ganhar muitos músculos — digamos algo como 7 kg a 8 kg —, o caminho mais rápido para isso é treinar com pesos grandes.

Assim que chegar lá, você pode simplesmente manter o que conquistou.

Mas de quanto peso estamos falando, então? De quantos exercícios, séries de exercícios e repetições? Logo, logo você irá descobrir!

Mito #5: redução localizada

Quantos homens você já viu fazendo abdominais para ficar com “barriga
tanquinho”? Quantas mulheres tentam trabalhar precisamente nádegas e coxas “para queimar aquelas gordurinhas”?

Bom, não é assim que a coisa funciona. Você não pode simplesmente perder gordura rápido em nenhuma parte específica do seu corpo usando exercícios isolados para ela.

Você pode reduzir a gordura comendo adequadamente, e seu corpo decidirá como ela será eliminada (ou seja, quais áreas ficarão magras primeiro e quais serão as teimosas).

Todo corpo tem a própria programação genética e não há nada que se
possa fazer para mudar isso.

Todos temos nossas “zonas gordas”, que nos aborrecem o tempo inteiro e, no entanto, não há o que fazer com a genética.

Conheço alguns homens que acumulam no quadril cada meio quilo que ganham, enquanto outros são felizardos e vêm seus quilos se empilhando mais no peito, nos ombros e nos braços, mais do que na barriga.

Todavia, fique tranquilo, pois você pode perder toda a gordura espalhada pelo corpo que quiser e pode ficar tão enxuto quanto desejar.

Apenas terá de ser um pouco paciente e deixar que seu corpo vá enxugando do jeito que foi programado geneticamente.

Resumindo, assim como no aumento da massa muscular, muita gente tenta perder gordura usando noções totalmente erradas e, com isso, não alcançam sua meta de peso.

Porém, assim como no caso do crescimento da musculatura, as leis da perda de gordura são na realidade muito simples e incrivelmente eficientes.

SAIBA MAIS: Conheça as leis da hipertrofia muscular aprenda como fazer com que funcionem a seu favor.